A incerteza com o cancelamento da UFPR.

A incerteza com o cancelamento da UFPR.

O ano de 2020 iniciou repleto de desafios, empolgação e senso de competição por parte dos alunos que se preparam para o ingresso na UFPR. Ao longo dos primeiros dias de aula, em meados de fevereiro e março, os professores que tiveram o privilégio de participar da preparação desses alunos sentiram a costumeira agitação nos corredores e as conversas dos alunos sobre “como será este ano”?

No entanto, algo histórico e inesperado aconteceu. Com a pandemia causada pelo SARS-COV19, sucessivas mudanças de data do vestibular e ENEM foram anunciadas, chegando ao ponto de não termos (em março de 2021) uma previsão de quando as provas aconteceriam na nossa Universidade. Os alunos relatam sentimentos diversos, como frustração, ansiedade, expectativa e cansaço. Nada mais natural, depois de um ano de aulas remotas, com simulados, revisões e intensivos. É muito importante termos compreensão com todos esses sentimentos, que são legítimos. Ninguém há de criticar os estudantes por estarem angustiados e no limite da capacidade emocional. Mas, a realidade está posta e é implacável. O que fazer?

O momento apresenta aos alunos dois principais caminhos: ceder ao desânimo ou enxergar uma rara oportunidade. Naturalmente, cabe a nós, professores, pais e amigos, estender a mão e mostrar que o segundo caminho é a única opção. Mas, que oportunidade é essa? Os vestibas de 2020-2021 que tiverem uma perspectiva de motivação deverão entender que precisam continuar se preparando e sabendo que a prova chegará. E, ao chegar, quem estiver com a mente focada, com a matéria revisada, com os exercícios resolvidos e com o espírito forte estarão um passo mais próximo de alcançar o seu objetivo. Não se pode pensar diferente!

Tive a oportunidade de conversar recentemente, ao fim de uma aula, com um grupo de alunos da turma da noite de um das nossas unidades. Fiquei feliz com as palavras e a postura deles. Depois de um momento de “choro” pela indefinição da data do vestibular, joguei uma provocação: “vocês perceberam que ganharam mais tempo, que podem continuar se preparando e até podem pensar em fazer dois vestibulares em um mesmo ano? Sim, pois vamos pensar que deveremos ter outra prova no fim de 2021!”. A resposta que tive, após um breve silencio foi “é verdade! Não dá pra parar agora, depois de tudo que já fizemos”.

Esse é o espírito. Apenas quem o alimentar chegará ao fim dessa incrível maratona de estudos, em condições de conquistar uma aprovação na universidade. Resignação com foco na vitória! Que continuem os estudos! Muitos conseguirão. E os nossos alunos estarão entre eles.