Como a pandemia transformou o jeito de estudar

Mesmo com tantas incertezas sobre a realização das provas, manter o foco na rotina de estudos é fundamental

O ano passado trouxe vários desafios para os estudantes que estavam terminando o ensino médio e buscando a tão sonhada vaga na universidade. A chegada do coronavírus impactou diretamente a rotina dos vestibulandos: os diversos adiamentos, a indefinição no modelo de aplicação, alteração nos locais de prova e, sobretudo, o medo de contaminação durante o processo.

Controlar as expectativas também não foi tarefa fácil. A preparação para o vestibular, que por si só traz nervosismo para os alunos, no último ano precisou ser encarado com muita paciência e controle das emoções, em função da pandemia, que afetou intensamente o psicológico de todas as pessoas.

Apesar dos obstáculos, muitos alunos conseguiram aprimorar a rotina de estudos, introduzindo outros métodos e tecnologias que, dentro de uma sala de aula convencional, não seria possível. Acesso à tecnologia, podcasts, videoaulas e até jogos, foram alguns dos recursos que ajudaram diversos vestibulandos a manterem o foco nos estudos, mesmo estando em casa. Para auxiliar essa jornada, separamos algumas dicas de estudos para você que vai prestar o vestibular em 2021:

Menos intensidade, mais qualidade

Os possíveis assuntos e temas que podem ser cobrados em uma prova são inúmeros. O segredo para se sair bem no vestibular não é estudar insanamente, mas estudar os temas chaves. Por isso, o conselho dos professores é dar prioridade às matérias que possuem mais peso para o resultado, de acordo com o curso escolhido. Somente depois de estudar esses assuntos, você abre o leque para os demais. Dessa forma você conseguirá criar uma rotina de estudos concentrada em qualidade e não em intensidade.

Constância e disciplina

Com os adiamentos de vestibulares no ano passado, muitos alunos ficaram desanimados e acabaram saindo do ritmo de estudos, até que as novas datas das provas fossem divulgadas. O professor Pedro Adriano Brandalize aconselha os vestibulandos a manterem a cabeça nos estudos, sendo fundamental a retomada dos pontos principais de cada disciplina nesse momento. “No caso de adiamento das provas, o ideal é que o aluno não fique aguardando as novas datas para depois pensar o que fazer. Insisto na necessidade de continuar estudando e aprimorando cada vez mais os seus conhecimentos”, aconselha Pedro.

Hora para estudar e hora para relaxa

Cuidar da saúde mental é essencial durante o processo preparatório. Mesmo com a pandemia potencializando alguns sentimentos e, o fato de estar em casa, bagunçar um pouco a rotina, o ideal é estabelece os momentos de estudo e os de lazer. Praticar exercícios físicos, fazer meditação ou até mesmo jogar um videogame, fazer uma chamada de vídeo com amigos são suficientes para descansar a mente e o corpo.

Para o aluno do pré-vestibular Murilo Sales Silveira, criar uma rotina dividida em tarefas específicas facilitou a jornada de estudos. “No meu caso, assisto as aulas diariamente, onde eu tenho um contato maior com os professores para tirar dúvidas, também resolvo questões e escrevo redações semanalmente, já os simulados realizo nos finais de semana. Acredito que manter uma rotina é ideal nesse momento. Terão dias que será difícil manter o foco, mas temos que seguir firmes no nosso objetivo, não podendo esquecer de tirar um momento para si mesmo, por exemplo, assistir um filme para desconectar e descansar”.

Menos estímulos e distração

Manter a concentração nos estudos dentro de casa tem sido o grande desafio de muitos. Televisão, barulhos, celular, ou até mesmo o simples fato de compartilhar o ambiente com outras pessoas na casa, interferem na aprendizagem. A dica aqui é diminuir os estímulos à sua volta e implantar métodos que ajudem na concentração. Por exemplo, deixar o celular no silencioso e longe de você, durante o período de estudos. Se o local tem muito barulho, colocar um fone de ouvido para tentar reduzir os ruídos. Ou se a dificuldade é na performance, experimente ferramentas de gerenciamento de tempo como pomodoro, Trello, Google Tasks, entre outros.

Como tem sido a sua rotina de estudos para o vestibular? Conte para a gente nos comentários!